quarta-feira, 3 de novembro de 2010

GED - Grupo de Estudos Doutrinários



ATENÇÃO TRABALHADORES DO GRUPO ESPÍRITA AVE LUZ - GEAL

GED DIA 08/01/2011

A PARTIR DAS 17:00 hs


_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


NESTE SÁBADO DIA 11/12/2010 às 17:00 hs

GED - Grupo de Estudos Doutrinários

Módulo I

Aula 01 (11/12) - Movimento Espírita do Brasil: História recente: Pácto Áureo




NESTE SÁBADO DIA 04/12/2010 às 17:00 hs

GED - Grupo de Estudos Doutrinários

TEMA:TRABALHO VOLUNTÁRIO

com Francisco José


TAREFA:TRAZER XEROX DA IDENTIDADE E CPF


* A partir deste sábado 04/12/2010, estaremos utilizando
o controle de presença para todos os trabalhadores
do Grupo Espírita Ave Luz - GEAL
(ESDE, GED e Estudo de O Livro dos Espíritos).

________________________________
Como foi o GED do dia 20/11/2010

TOTAL DE PARTICIPANTES: 12 (doze).

TEMA ESTUDADO: INTRODUÇÃO DE "O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO"

CONTROLE UNIVERSAL DOS ENSINAMENTOS DOS ESPÍRITOS

FACILITADOR: HELDER LOUREIRO
___________________________________
____________________________________________
_____________________________________________

____________________________________________________________
“Como poderei entender se alguém não me ensinar?”
Atos dos Apóstolos 8:31.


GRUPO DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS - GED

PROGRAMAÇÃO DE ABERTURA

06 de Novembro de 2010

17h – Abertura oficial do GED: Boas vindas/Vídeo/Reflexão
17h30 – O que queremos estudar? 18 ideias para GED.

Apresentação da estrutura

18h – Plenária
18h15 – Encerramento

“ Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro ensinamento; instruí-vos, eis o
segundo”.
O Evangelho Segundo o Espiritismo, capitulo VI item 5)

_________________________________________________________________
GRUPO ESPÍRITA AVE LUZ
DEPARTAMENTO DO ESDE


OS ESTUDOS DOUTRINÁRIOS NO GRUPO ESPÍRITA AVE LUZ
COMO MEIOS DE PROPAGAÇÃO DOS FUNDAMENTOS E DAS
FINALIDADES DA DOUTRINA ESPÍRITA


DESDE - Departamento dos Estudos Sistematizados da Doutrina Espírita
Fortaleza/CE


Novembro - 2010

RESUMO

Desde o evento ocorrido em 18.04.1857, com o lançamento ao mundo de O Livro dos
Espíritos, que se faz necessário a todos nós o estudo de maneira metódica e sistematizada da notável obra, que veio desvendar os mistérios do mundo invisível, mas para isso não basta apenas seguir para a casa espírita e lá se reunir em conversas improfícuas a respeito de assuntos que em nada se assemelha a um grupo de estudos como tem que ser. Por essa razão,é que toda casa espírita deve ter por meta principal a divulgação da Doutrina Espírita, e para isso, é preciso se faça o quanto antes, que se providencie implantar em suas dependências os estudos das obras básicas que compõem o escopo da Doutrina Espírita, zelando pela fidelidade doutrinária ali contida, oferecendo a seus trabalhadores/colaboradores a oportunidade do esclarecimento fundamentado nos princípios cristãos que ela ensina. Por meio do GED – Grupo Estudos Doutrinários, que ora nasce e funcionará aos sábados à tarde de forma quinzenal, do ESDE, existente no Ave Luz de 1996 e que funciona semanalmente aos sábados à noite, e através do estudo de O Livro dos Espíritos, ofertado às quintas-feiras à noite, a casa ganha em muito em qualidade doutrinária. Eleva-se a uma categoria de núcleos espíritas atuantes e consonantes à proposta da Federação Espírita Brasileira.

Palavras-chave: Estudos Doutrinários. Curso de Espiritismo. Cursos Sistematizados

OS ESTUDOS DOUTRINÁRIOS NO GRUPO ESPÍRITA AVE LUZ COMO MEIOS DE PROPAGAÇÃO DOS FUNDAMENTOS E DA FINALIDADES DA DOUTRINA ESPÍRITA

Departamento dos Estudos Sistematizados da Doutrina Espírita 1
Do Método2

“Dissemos que o Espiritismo é toda uma ciência, toda uma filosofia.
Quem, pois, seriamente queira conhecê-lo deve, como primeira
condição, dispor-se a um estudo sério e persuadir-se de que ele não
pode, como nenhuma outra ciência, ser aprendido a brincar.”

INTRODUÇÃO

Este projeto representa as expectativas de todo Espírita3 consciente de sua função na
casa espírita. Visa orientar e dar novos rumos de estudos no Grupo Espírita Ave Luz. Fazer o elo entre a teoria e prática Espírita. Consolidará, assim, o ensinamento: Espíritas! amai-vos,este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. (O Espírito de Verdade, 1860, p.130)

Deve a casa espírita promover seminários, congressos, workshops, ou outros
quaisquer eventos que tenham por finalidade facilitar a compreensão doutrinária que
professamos.

É urgente estudar! E mesmo diante de todo o cuidado que tem que ter a casa espírita
com relação aos seus estudos doutrinários, ainda assim não logrará a total isenção de forças contrárias aos seus esforços e anseios de tornar melhor a todos do grupo, em virtude do nível moral de cada um dos participantes a requerer atenção e carinho sem dispensar a disciplina e severidade que se fazem indispensáveis a qualquer grupo de estudos sérios, de dignas intenções.

1 Aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária realizada em 19 de Maio 2007. Cria e regulamenta todos os estudos do GEAL além de nortear o exercício das funções dos trabalhadores/colaboradores nas diversas atividades.

2 O Livro do Médiuns, Capítulo III, item 18.

3 São os adeptos do Espiritismo. O Evangelho Segundo o Espiritismo, CAP XVII, item 4, nos coloca que

“Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más”.

OBJETIVO GERAL

• Ofertar no Grupo Espírita Ave Luz mais um grupo estudo, como proposta, a criação do
Grupo de Estudos Doutrinários (GED).

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Atender a atual demanda de trabalhadores/colaboradores, os quais não estejam vinculados a nenhum estudo na casa de Ave Luz;
• Ampliar as vias de acesso aos estudos da casa;
• Ser condição imprescindível para o exercício das funções doutrinárias na
instituição.

FUNDAMENTAÇÃO

O Grupo de Estudos Doutrinários (GED), criado pela Norma Aplicável (NA)
nº 01/2010, fundamenta-se na vocação e tradição que possui o Grupo Espírita Ave Luz para desenvolver estudos. Nasce, portanto, da necessidade de se estudar sempre e continuamente.
Não poderia ser de outra forma. Precisamos recorrer ao codificador para esclarecer,
fundamentar e dirimir quaisquer dúvidas para “o quê estudar?”, “quando estudar?” e “como estudar?” Doutrina Espírita.

Em O Livro dos Espíritos, KARDEC (1857, p. 388, Introdução) afirmou que os
“...estudos requerem atenção demorada, observação profunda e, sobretudo, como aliás o
exigem todas as ciências humanas, continuidade e perseverança. Anos são precisos para
forma-se um médico medíocre e três quartas partes da vida para chegar-se a ser um sábio.Como pretender-se em algumas horas adquirir a Ciência do Infinito?”.

A proposta do GED não é formar “doutores” ou “sábios” em Espiritismo, como podem pensar alguns. “Pisando firme em solo seguro”, queremos iniciar e dar continuidade a estudos sérios, que nos possibilitem compreender os fenômenos espíritas e deles providenciar,mediante a vivência evangélica diária, a sua aplicação nas nossas vidas, e que possamos nos tornar seres melhores.
Que possamos, também, de posse dos conhecimentos adquiridos, contribuir para a
difusão destes ensinos, como multiplicadores, colaborando com as atividades da casa de Ave Luz, mas conhecendo o que passar e como passar, com vistas à qualidade na prática espírita e no atendimento aos irmão necessitados.

Nós, Espíritas, antes de assumirmos o compromisso de estudar de forma continuada e
séria, precisamos nos convencer que este estudo direto precisa passar, nos assinala Kardec,pelo conhecimento dos vários tipos de Espíritas:

[...]1º Os que crêem pura e simplesmente nas manifestações. Para eles, o Espiritismo
é apenas uma ciência de observação, uma série de fatos mais ou menos curiosos.
Chamar-lhes-emos espíritas experimentadores. 2º Os que no Espiritismo vêem mais
do que fatos; compreendem-lhe a parte filosófica; admiram a moral daí decorrente,
mas não a praticam. Insignificante ou nula é a influência que lhes exerce nos
caracteres. Em nada alteram seus hábitos e não se privariam de um só gozo que
fosse. O avarento continua a sê-lo, o orgulhoso se conserva cheio de si, o invejoso e
ocioso sempre hostis. Consideram a caridade cristã apenas uma bela máxima. São os
espíritas imperfeitos. 3º Os que não se contentam com admirar a moral espírita, que
a praticam e lhe aceitam todas as conseqüências. Convencidos de que a existência
terrena é uma prova passageira, tratam de aproveitar os seus breves instantes para
avançar pela senda do progresso, única que os pode elevar na hierarquia do mundo
dos Espíritos, esforçando-se por fazer o bem e coibir seus maus pendores. As relações com eles sempre oferecem segurança, porque a convicção que nutrem os
preserva de pensarem em praticar o mal. A caridade é, em tudo, a regra de proceder
a que obedecem. São os verdadeiros espíritas, ou melhor, os espíritas cristãos. 4º Há,finalmente, os espíritas exaltados. A espécie humana seria perfeita, se sempre
tomasse o lado bom das coisas. Em tudo, o exagero é prejudicial. Em Espiritismo,
infunde confiança demasiado cega e freqüentemente pueril, no tocante ao mundo
invisível, e leva a aceitar-se, com extrema facilidade e sem verificação, aquilo cujo
absurdo, ou impossibilidade a reflexão e o exame demonstrariam. O entusiasmo,
porém, não reflete, deslumbra. Esta espécie de adeptos é mais nociva do que útil à
causa do Espiritismo. São os menos aptos para convencer a quem quer que seja,
porque todos, com razão, desconfiam dos julgamentos deles. Graças à sua boa-fé,
são iludidos, assim, por Espíritos mistificadores, como por homens que procuram
explorar-lhes a credulidade. Meio-mal apenas haveria, se só eles tivessem que
sofrer as conseqüências. O pior é que, sem o quererem, dão armas aos incrédulos,
que antes buscam ocasião de zombar, do que se convencerem e que não deixam de
imputar a todos o ridículo de alguns. Sem dúvida que isto não é justo, nem racional;
mas, como se sabe, os adversários do Espiritismo só consideram de bom quilate a
razão de que desfrutam, e conhecer a fundo aquilo sobre que discorrem é o que
menos cuidado lhes dá”. [...]. (KARDEC, 1861, p. 45)

O estudo constante da Doutrina Espírita com base nas obras de Allan Kardec e o
propósito permanente de colocar em prática os seus ensinos são fundamentais para a correta execução de toda atividade espírita. (FEB, 2007, p. 12)

METODOLOGIA

Preferiu-se o método do Objetivo Educacional Definido, com uso de estratégias
adequadas a cada objetivo específico, de cada tema, utilizando-se de técnicas educacionais diversas a fim de reafirmar sempre a necessidade periódica dos encontros do GED.

Podemos simbolizar tudo isso no quadro metodológico abaixo:

OBJETIVO EDUCACIONAL TÉCNICAS ADEQUADAS RECURSOS
FORMAR CONCEITOS
• Instrução Programada

• Fichas Didáticas
• Análise de texto

TRANSMITIR INFORMAÇÕES

• Aula Expositiva
• Instrução Programada
• Cartazes
• Retroprojetor
• Multimídia


DESENVOLVER A CAPACIDADE DE COMPREENSÃO DE TEXTOS


• Estudo Dirigido • Pergunta dirigida

FORMAR CONCEITOS

• Estudo Dirigido
• Textos

Fonte: Didática Geral. FEB, Setor de Apostilas, Material Pedagógico, 2009.
Exposição Dialogada, Reflexões individuais e coletivas, observação de situações
cotidianas à Luz da Doutrina Espírita, e, ainda, vivências ou estudo de casos serão os lastros que sustentarão nossos rumos para alcançar a qualidade dos estudos hora propostos.

CRONOGRAMA
Data/Período Descrição do Evento

06/11/2010 Início do GED

De 06/11/2010 a 04/12/2010
Período de adaptação para os novos trabalhadores aderirem a
algum dos estudos doutrinários ofertados pelo GEAL

20 meses:
06/11/2010 a Julho/2012

Aplicação do TOMO GED I
Módulos: I ao VI

29/01/2011 Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra
30/04/2011 Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra
25/07/2011 Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra
24/10/2011 Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra
28/01/2012 Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra

PLANO DE CURSO
GRUPO DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS - GED


Estratégia:
Criar e estimular a criar o gosto pelos estudos doutrinários, sistematizados, os quais se destinam aos interessados em aprofundar os estudos na Doutrina Espírita.

Da Criação e do Funcionamento do GED:

O Grupo de Estudos Doutrinários (GED) nasce como sendo mais uma opção de estudos no
GEAL, com o objetivo de aprofundar os assuntos da Codificação Espírita, através de aulas expositivas, discussões em grupo e estudo de casos.
Será constituído por trabalhadores/colaboradores que necessitem aprofundar seus
conhecimentos e assim poderão colaborar melhor com as suas atividades (no exercício delas),nas quais estejam vinculadas, portando podendo ser comparado a um grupo “avançado” para Estudos Espíritas.

Com a criação do GED, abre-se um canal de serviço e manutenção da ordem doutrinária, onde não mais ficaremos sem respostas para as questões mais delicadas e polêmicas. Poderemos não ter a dimensão exata de tudo, mas com a fundamentação existente, com base nas pesquisas que serão incentivadas, poder-se-á construir um novo momento no GEAL.
Dever-se-á ser ferramenta a serviço dos companheiros da casa e à própria Doutrina Espírita,que permitirá a aglutinação dos Espíritas, do estudo do Evangelho e da Doutrina.
Propõem-se, também, ser um meio de fortalecimento dos laços de solidariedade e fraternidade entre os companheiros do GEAL.
Em geral, o programa de curso será baseado nas obras da Codificação, apoiado pelas obras complementares, e tendo nas revistas, periódicos, jornais, sites, blogs e outras fontes para fortalecer e apoiar as aulas. Uma oportunidade de enriquecer os temas estudados com estudos de casos e /ou exemplos típicos e clássicos.

Público-alvo:

Todos os trabalhadores/colaboradores do GEAL.

Do Funcionamento:
Duração: 1 hora e 15 minutos
Periodicidade: O GED funcionará duas vezes por mês, quinzenalmente, no 1º e no 3º sábados de cada mês, sendo as reuniões com duração de uma hora e quinze minutos.
Do local de funcionamento:
Acontecerá dentro das dependências do Ave Luz, no salão interno, quando possível e
necessário, paralelo à atividade da Infância Espírita Ave Luz. Na área externa, de frente ao auditório coberto, podendo acontecer, quando pela técnica educacional emprega, em outro lugar, com fins de extensão dos estudos, como uma Aula de Campo.
Inicio:
TOMO GED I: 06 de novembro de 2010 (17h-18h15)
Duração:
20 meses (TOMO GED I)

Coordenadores:
José Claudionor de Lima (1º Sábado) e Francisco José Leite Barros (3º Sábado)
Facilitadores:
Como estratégia de ensino e manutenção dos fins de aprendizagem, todos os participantes serão incentivas a serem Facilitadores do Ensino das Aulas, podendo haver repetição de nomes sempre que possível.
Conteúdo Programático
Módulo I – PARTE 1 - Movimento Espírita do Brasil: História recente
PARTE 2 - Movimento Espírita no Ceará: Principais fatos e eventos
PARTE 3 - O Centro Espírita: Seu funcionamento, Estatuto e Regimentos
Tempo de duração: 4 meses ou 8 encontros• A FEB – Pacto Áureo
• Federação Espírita do Estado do Ceará (FEEC): Construção de um Movimento
Espírita forte, apesar de Jovem. Eventos: Fatos e acontecimentos importantes
em 20 anos de existência da FEEC.
• O Grupo Espírita Ave Luz: da fundação à implantação do GED.
• Manual de Orientação ao Centro Espírita
• Estatuto do GEAL
• Regimentos Internos do GEAL
Estudo de caso: Coleta de propostas para mudanças do Estatuto do GEAL
Módulo II – O Livro do Espíritos: esboço de sua construção, fatos, acontecimentos,
principais questões, curiosidades
Tempo de duração: 3 meses ou 6 encontros
Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra: A definir
Módulo III – O Livro do Médiuns: fundamentação em O Livro dos Espíritos
Tempo de duração: 3 meses ou 6 encontros
Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra: A definir
Módulo IV - PARTE 1 - O Evangelho Segundo o Espiritismo: Fundamentação em
O Livro dos Espíritos
PARTE 2 - O Novo Testamento: escolha dos temas pelo
Codificador/Orientação da Espiritualidade
Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra: A definir
Módulo V - PARTE 1 - O Céu e o Inferno: Fundamentação em O Livro dos Espíritos
PARTE 2 - O futuro dos Espíritos: estudo do Código penal da Vida Futura
Tempo de duração: 3 meses ou 6 encontros
Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra: A definir
Módulo VI – PARTE 1 - Agênese - Origem da Terra: A infância violenta do Planeta
PARTE 2 - Agênese - Mudanças Climática versus comportamento moral do
homem. O futuro do Planeta Terra
Tempo de duração: 3 meses ou 6 encontros
Estudo de Caso/Visita de Campo/Palestra: A definir


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


1. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA. Didática Geral. Brasília: Edições FEB, 2009.
2. ________________________________. Orientação ao Centro Espírita. Brasília:
Edições FEB, 2007.
3. GRUPO ESPÍRITA AVE LUZ. Estatuto do GEAL. Artigos: 5º e 29. Dezembro, 2006.
4. ________________________. Norma Aplicável nº 01/2010. Outubro, 2010.
5. ________________________. Regimento do Interno do Departamento dos Estudos
Sistematizados da Doutrina Espírita (DESDE). Artigos: 14, 15, 16, 23, 24 e 38.
Outubro, 2010.
6. KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Tradução de Guillon Ribeiro.
Capítulo XVII, item 4, SEDE PERFEITOS. Rio de Janeiro: Edições FEB, 1944.
7. KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Tradução de Guillon Ribeiro. Introdução, item
XIII. Rio de Janeiro: Edições FEB, 1944.
8. KARDEC, Allan. O Livro dos Médiuns. Tradução de Guillon Ribeiro. Capítulo III, item
18, DO MÉTODO. Rio de Janeiro: Edições FEB, 1944.
9. ________________________________. Tradução de Guillon Ribeiro. Capítulo III, item
28, DO MÉTODO. Rio de Janeiro: Edições FEB, 1944.

Nenhum comentário:

Postar um comentário