sábado, 2 de janeiro de 2010

A ERA DO PROGRESSO MORAL‏


Sem dúvida é penoso pensar que o progresso, por vezes, precisa de destruição. Mas é preciso destruir os velhos casebres e substituí-los por casas novas, mais belas e mais cômodas. Aliás, é preciso levar em conta o estado atrasado do globo, onde a Humanidade está apenas no progresso material e intelectual. Quando entrar no progresso moral e espiritual, as necessidades morais suplantarão as necessidades materiais. Os homens serão governados segundo a justiça e não mais terão de reinvidicar seu lugar à força; então a guerra e a destruição não mais terão razão de ser. Até lá, a luta é consequência de sua inferioridade moral.

Vivendo mais material que espiritualmente, o homem só encara as coisas do ponto de vista atual e material; por conseguinte, de um ponto limitado. Até agora, ignorou que o papel capital pertence ao Espírito; viu os efeitos, mas não conheceu as causas, razão por que, durante tanto tempo, extraviou-se nas ciências, nas suas instituições e nas suas religiões. O Espiritismo, ao ensinar-lhe a participação do elemento espiritual em todas as coisas do mundo, amplia o seu horizonte e muda o curso de suas ideias; abre a era do progreso moral.


Livro: Revista Espírita: Jornal de Estudos Psicológicos - Ano VII, 1864

Um comentário:

  1. Parabens pelo BLOG.
    uM DOS MELHORES .

    aAbração do Tio Ada.

    -.-.-.-.-.-.

    Adalberto Prado de Morais

    090 8328 4773

    JAPAN

    http://cccbncomissaobrasileiranagano.blogspot.com/

    http://adejapaodivulgespirita.blogspot.com/

    http://nejanucleoespiritajoannadeangelisjp.blogspot.com/

    http://tioadaespirita.blogspot.com/

    de-japão

    ResponderExcluir