quinta-feira, 30 de julho de 2009

RENATO RUSSO DE ALÉM-TÚMULO

A bondade é o que desperta, somos anjos na floresta
Tentando achar a luz;
Quero todos, quero o mundo, quero você e tudo mais;
O inseto tem armas, mas não fere a flor que o alimenta,
Assim serei contigo e com todos que me saciam,
A sede incontida de amar.

Esse é um trecho do poema O amor, você e algo mais, atribuído pelo médium cearense Sérgio Luís ao Espírito Ruggeri Rubens. O texto faz parte da obra Sempre Há uma Luz, lançada em 2001 pela editora DPL. O romance trata da experiência post-mortem de um grande roqueiro do Brasil. Desligamento do corpo antes da cremação, passagem pelos palcos do umbral, redenção, participação em ações de apoio aos encarnados...

A intenção do autor é muito clara: associar o protagonista da trama ao compositor Renato Russo. Desde o título, baseado num verso da canção A Via Láctea, até os nomes dos capítulos, tudo faz lembrar a obra do líder da Legião Urbana: a morte por complicações decorrentes da AIDS, a cremação, as referências ao gosto pelo cinema, à cultura italiana, à homossexualidade...

Mas, afinal, quem é mesmo o autor do romance? Deixamos ao leitor a tarefa de formar a própria opinião. Aos interessados, eis onde adquirir a obra a preços módicos:

http://www.dpl.com.br/edicoes-dpl/446-sempre-ha-uma-luz


FONTE: http://espiritodearte.blogspot.com/


Neste livro, destinado aos fãs e jovens de todas as idades e crenças, Ruggeri Rubens, letrista e vocalista de famosa banda de pop-rock nacional, recentemente vitimado pela AIDS, auxiliado pelos espíritos Luiz Sérgio e Francisco, deixa-nos imprescindível legado de aprendizado. Demonstra-nos por sua experiência de espírito livre do fardo carnal, que só o verdadeiro amor supera a dor, o preconceito e o fanatismo, testemunhando que a vida é um combate contra nossas imperfeições morais, merecendo ser vivida com dignidade, antes, durante e após o fenômeno intitulado "morte".
Ídolo na Terra, letrista e vocalista de famosa banda de pop-rock, Ruggeri Rubens chega ao Mundo Espiritual, depois de morrer vitimado pela AIDS. "Meus olhos cerraram-se e eu me sentia cada vez mais só. Seria mais uma noite de sono, à custa de drogas que me inebriavam o corpo, drogas que nunca me tornaram mais feliz..." ele conta. Perplexo, descobre e realidade espiritual e assiste ao "filme de sua vida", fazendo um aprendizado intensivo e regenerador. "Ninguém faz ideia do que passei do lado de cá, por ser ignorante moral. Não há pessoas ruins, só ignorantes; é isso aí!", ele diz. Agora Ruggeri Rubens traz até nós a sua dramática experiência, em uma narrativa pontuada por fortes emoções e ensinamentos imprescindíveis. Esta é a sua história.
Médium: SÉRGIO LUÍS

Espírito: RUGGERI RUBENS

Editora: DPL

Gênero: Diversos
ISBN: 9788575013021
Formato: 12 x 17
Páginas: 192
Peso: 0.200 kg

Preço: R$ 9,00

POEMA

Poema O amor, você e algo mais, do médium Sérgio Luís, atribuído ao Espírito Ruggeri Rubens, que encerra o livro Sempre Há uma Luz, de 2001.

Não importa o que eu pense de mim, do mundo, de você.
Só que entenda que não aprendi a amar tão bem,
É arte difícil da qual nem sei conhecer.
No silêncio do meu quarto, quando todos já não sonham,
Eu me encontro aqui sonhando, pensando em te rever.
Pra ser sincero eu só não quero é perder a consciência,
Na luta entre o poder e o dever ser.
Então perco o meu rumo por não saber me controlar;
Quero todos, quero o mundo, quero você e tudo o mais,
Só amar sem perceber, e isso é difícil, quero crer que vou vencer;
Algum dia vou olhar pra trás e ver que nós vencemos
A mais dura das batalhas;
Não somos heróis de nada, a não ser de nós mesmos;
Perder tempo consigo é bem mais do que lição,
É verdade que só se encontra no íntimo do coração;
A bondade é o que desperta, somos anjos na floresta
Tentando achar luz;
Quero todos, quero o mundo, quero você e tudo mais;
O inseto tem armas, mas não fere a flor que o alimenta,
Assim serei contigo e com todos que me saciam,
A sede incontida de amar,
Minhas armas vou guardar pra mim mesmo.
A fim de que não fira os corações,
Pois quero tudo, quero o mundo, quero você e algo mais.

VIA LÁCTEA - RENATO RUSSO

6 comentários:

  1. como faço para comprar o livro sempre há uma luz e faz parte do meu show, frete o mais simples e barato, cep 73030037

    ResponderExcluir
  2. COMO FAÇO PRA COMPRAR O LIVRO SEMPRE HÁ UMA LUZ

    ResponderExcluir
  3. Me desculpem, mas quem analisa a obra de Renato russo pode perceber que não é ele quem passa essa mensagem. Renato tem um vocabulário muito mais complexo, rico e sensível ao quite foi apresentado.

    ResponderExcluir
  4. Sr. Anônimo,

    Respeito sua opinião, mas discordo. Nitidamente pode-se perceber que é ele quem passa a mensagem. Embora em sua última encarnação tivesse um vocabulário mais rico, também estava miscigenado com gírias e palavrões, o que agora desprende-se destas formas de conversas para elevar-se moralmente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca Lacerda! è sabido no espiritismo que o ser "recem" desencarnado, manda mensagens aos seus parentes, e principalmente ao seu filho, que era o grande amor de sua vida. Como é que essa Psicografia fantasiosa de quinta, descreve se de uma forma tão "poética" e não de conselhos á juventude, como ele sempre, passava mensagens? Olha só! desculpa o "Médium" aí, não passa de um aprendiz de poeta! Gasparzinho o Fantasminha camarada!

      Excluir